quarta-feira, 29 de julho de 2015

NOVA YORK: dicas e roteiro

O post de hoje é uma colaboração da nossa amiga Joyce Ramos que fez não só uma, mas QUATRO viagens incríveis para Nova York. Ninguém melhor do que ela para falar sobre a Big Apple, não é? Esperamos que gostem deste relato e das dicas imperdíveis!

Não é à toa que Nova York é cenário de vários filmes e séries, reduto de famosos, constante inspiração para moda, músicas, peças de teatros e musicais. É uma cidade tão cheia de história, tão organizada e tão caótica, tão segura e tão sinistra, tão antiga e ao mesmo tempo tão modernona, tão tão tão... New Yooooork!!!





Tive a oportunidade de visitar Manhattan e seus arredores em 3 viagens diferentes. Por que três vezes? I just can't get enough. Uma é pouco, duas é bom, três NÃO é demais. NY é daquelas que quanto mais você tem, mais quer, está em constante mudança, sempre surgem inúmeras novidades e ninguém jamais conseguirá conhecer a fundo todos os cantinhos da cidade que nunca dorme.

Então, se você ainda não conhece pessoalmente esta queridinha, seguem as minhas dicas para te ajudar a ficar com muita vontade. Caso já tenha ido, faça como eu e comece a planejar a sua próxima vez!

BAIRROS E DISTRITOS
Não seja um "puta babaca" (by Amigo Gringo) achando que NY se resume a Times Square. Não tem nada pior que gente que viaja para qualquer lugar do planeta e fica apenas circulando no miolinho turístico. Ok, a Times Square é um ponto obrigatório, um símbolo mundialmente conhecido, a sensação de estar lá no meio pela primeira vez é indescritível, as lojas são lindas, muitas luzes, tudo é atrativo, mas, por favor, saia da zona de conforto!

A cidade de Nova York é dividida em 5 distritos. Os "five boroughs" são: Manhattan, Brooklyn, Queens, Bronx e Staten Island. Vou focar no principal, Manhattan, mas, caso tenha tempo suficiente, vale muito a pena conhecer os outros participantes, especialmente o Brooklyn e até uma parte da cidade vizinha, New Jersey.

Manhattan tem bairros com características próprias, eles são bem diferentes um do outro. Dá para notar que carregam heranças dos imigrantes que foram se instalando em cada parte da ilha, pequenos países, formando uma espécie de mini-mundo cheinho de charme. Os principais são: Harlem, Upper West Side, Upper East Side, Midtown, Hell's Kitchen, Murray Hill, Kips Bay, Chelsea, Meatpacking District, West Village, Greenwich Village, East Village, ABC City, NoHo (North of Houston Street), SoHo (South of Houston Street), Little Italy, Chinatown, Bowery, Lower East Side, Tribeca e Wall Street (conhecido como Financial Center).

A maioria das pessoas que vivem em Nova York não nasceram lá. Os nova-iorquinos são pessoas que deixaram outro lugar procurando algo melhor, o que sugere que a população em geral tem mais garra, energia e ambição. Existe uma certa “fama” nos Estados Unidos de que os New Yorkers são metidos a inteligentes e mal educados. Em diversas situações, eu cheguei à conclusão de que são workaholics super simpáticos, gostam muito de puxar assunto, de ajudar, de agilidade e praticidade. Alguns funcionários de serviços públicos e garçons de restaurantes cheios podem parecer impacientes, mas eles só estão querendo resolver logo uma situação para atenderem os próximos. Seja rápido. “NEEEXT!”

CENTRAL PARK
No meio de tantos arranha-céus enormes, fica o famoso Central Park, um refúgio verde.

Apesar de parecer natural, ele é quase que inteiramente projetado/plantado. Foi inaugurado em 1857 e passou por algumas renovações. Hoje, é uma área de 3.410 km² com 7 lagos artificiais, mais de 25.000 árvores (nativas e exóticas), trilhas para caminhadas, ciclovias, 2 pistas de patinação no gelo (apenas no inverno), piscina (apenas no verão), campos de baseball, quadras de volleyball, tennis, croquet, boliche, playground, esculturas importantes, Strawberry Fields (homenagem a John Lennon). o Central Park Zoo, o Hallett Nature Sanctuary, e, além dos mais de 25 milhões de visitantes anuais, é frequentado por uma fauna super diversa. Várias espécies migratórias de aves, morcegos, corujas, esquilos, guaxinins, gambás, uma infinidade de insetos e, as vezes, até coiotes. Me sentí em uma floresta selvagem quando presenciei, mais de uma vez, aves de rapina famintas “sequestrando” esquilos alegremente saltitantes e dilacerando-os no topo das árvores.O Central Park serviu de modelo para muitos parques urbanos de outros países - inclusive o Ibirapuera, em São Paulo - é o parque mais visitado dos Estados Unidos e um dos cenários mais filmados do mundo inteiro.Ele é realmente lindo e fica difícil escolher em qual estação do ano a paisagem fica mais estonteante.

CLIMA
Em NY as estações do ano são bem definidas, isso quer dizer que as temperaturas chegam aos dois extremos. O verão é bem quente, úmido e abafado. A temperatura sobe rapidamente e pode chegar a 39ºC no mês de julho. No inverno é comum ficar abaixo de zero, com o ápice em janeiro (chegou fazer -14ºC em 2014). Tempestades de neve podem paralisar o trânsito na cidade, com mais de 50 centímetros de neve acumulada.

Abaixo uma média do tempo em New York City nos últimos anos:
  • ABRIL E MAIO: Máxima 20ºC / Mínima 5ºC (Primavera)
  • JUNHO ATÉ SETEMBRO: Máxima 32ºC / Mínima 17ºC (Verão)
  • OUTUBRO E NOVEMBRO: Máxima 17ºC / Mínima 3ºC (Outono)
  • DEZEMBRO ATÉ MARÇO: Máxima 8ºC / Mínima -7ºC (Inverno)

TRANSPORTE

SUBWAY
A maneira mais rápida para se deslocar em NY é de metrô. O sistema de metrô nova-iorquino é um dos maiores e mais eficientes do mundo. Todos usam, até o Keanu Reeves, até a Rihanna, até a Anne Hathaway, até o Jake Gyllenhaal, até o Jay Z, e, pasme, até as Kardashians!



No começo, todo esse emaranhado de linhas, letras e números assusta um pouco, mas logo você aprende para onde ir. Os funcionários são bastante solícitos, assim como os moradores que estão sempre dispostos a ajudar quando avistam turistas coçando a cabeça enquanto olham para um mapa.



Tem mapas como este em todas as estações e, as maiores (Grand Central, Times Square, Penn Station, Union Square) permitem conexões com diversos trens diferentes, então pode se perder à vontade no mundo subterrâneo de NY. Mas, é importante saber...
  • UPTOWN: vai sentido Norte.
  • DOWNTOWN: vai sentido Sul.
  • LOCAL: ele para em todas as estações da linha.
  • EXPRESS: ele só para nas estações importantes.
Coisas de Nova York: pode acontecer de um trem LOCAL virar EXPRESS do nada, o maquinista avisa e os passageiros tem que prestar muita atenção. Então, fique esperto para não perder esta informação e sair correndo do trem quando for necessário.

METROCARD
Compre um MetroCard e seja feliz! O MetroCard é levemente parecido com o Bilhete Único de SP, um passe que permite a utilização integrada (e econômica) de metrô e ônibus. Escolha o de 7 dias ou o de 30 dias, você pode usar quantas vezes quiser durante o período que escolher (com um intervalo mínimo de 18 minutos entre uma passada e outra).


Em todas as estações tem máquinas touchscreen para comprar o seu, com dinheiro ou cartão.
  • 1 passagem avulsa = $2,75
  • Cartão para 1 semana = $31,00 (compensa se for usar mais de 13 vezes)
  • Cartão para 30 dias = $116,50 (compensa se for usar 47 vezes ou mais)
Vale lembrar que cada viagem inclui uma baldeação entre metrô e ônibus válida por até 2 horas a partir do momento em que passar na catraca.

TÁXI
Se estiver em grupo, com muitas compras, com muita canseira, muita dor nos pés, pode valer a pena pegar um táxi. Os yellow cabs estão por toda parte, só é difícil conseguir um disponível nos horários de rush. É divertido andar de táxi em NY, os motoristas são umas figuras e muitos carros tem uma mini TV embutida para você poder acompanhar o trajeto que está fazendo e assistir trechos de programas de TV, previsão do tempo e propagandas. 20 quarteirões sem muito trânsito dá mais ou menos $6 de táxi. Mas não se esqueça que deve incluir pelo menos 15% de gorjeta também para os taxistas.

Cena do filme “Esqueceram de Mim 2”




Para sair e chegar dos 3 aeroportos próximos, a tarifa aproximada é de:
  • JFK: $57 + gorjeta de $8 = $65
  • La Guardia: $40 + gorjeta de $6 = $46
  • Newark: $70 + gorjeta de $10 = $80

COMPRAS
Mesmo quem não for uma pessoa consumista, em New York tudo implora para que seja. Aos poucos, todo aquele consumismo vai te envolver e não há nada que possa fazer a não ser mergulhar neste paraíso capitalista. Tem de tudo, para todos os gostos e todos os bolsos.

Woodbury Common Premium Outlets
Este complexo a céu aberto, com uma linda vista para as montanhas e com mais de 200 lojas de marcas famosas fica em upstate New York, cerca de 1 hora de distância de Manhattan. A melhor maneira de chegar lá é com os ônibus de viagem da Gray Line, que saem do Port Authority Bus Terminal. Cada passagem de ida e volta custa $42 (cara!) quem faz a reserva no site da Gray Line economiza $5 (não é nenhum milagre). São diversos horários de saída e chegada, mas programe-se para sair bem cedo (7:15am) e prepare-se para voltar no último ônibus (9:20pm). Dica: escolha antes no site do outlet e selecione no mapinha as lojas que te interessam, porque o lugar é imenso e não vai dar tempo de passar em todas. Os descontões e o passeio valem o esforço!
ENDEREÇO: 498 Red Apple Court, Central Valley-NY

Jersey Gardens
É um outlet coberto, estilo shopping, não tão grande quanto o Woodbury mas também dá para passar o dia fazendo compras. Confira as lojas no site. Fica em New Jersey, porém é mais perto de Manhattan, meia hora. Outra vantagem de comprar lá é que New Jersey não tem sales tax (imposto) para roupas e calçados (em NY a taxa é de 8,875% para itens que custam acima de $110). Os ônibus da linha #111 da NJ Transit também saem do Port Authority Bus Terminal e a viagem de ida e volta para adultos custa apenas $6,50.
ENDEREÇO: 651 Kapkowski Road, Elizabeth-NJ

Target

Eu nem sei como definir a Target. O que é isso? Como sobrevivemos sem Target no Brasil? É um super ultra mega blaster hiper mercado? Loja de departamento? Loja de brinquedos? Farmácia? Eletrônicos? Eletrodomésticos? Gadgets? Música? Esportes? Papelaria? Artesanato? É tudo isso em um só lugar e ainda tem o setor de produtos legais por apenas 1 dólar. Na Black Friday dos Estados Unidos, a grande maioria dos consumidores loucos por descontos corre para lá. Eu posso passar o dia todo em uma Target. A melhor de NY fica no Brooklyn.
ENDEREÇOS: Atlantic Terminal, 139 Flatbush Avenue (Brooklyn) / East River Plaza, 517 East 117th Street (Harlem)

Macy's

A maior loja do mundo é a preferida dos turistas em NY. Ao entrar, procure o balcão de atendimento e peça um mapa, você vai precisar! São muitos andares, com taaantos produtos, várias escadas e elevadores. Apresentando um documento que prove que você é turista (passaporte ou RG), a Macy's oferece um cupom de 10% de desconto para usar em suas compras por até 30 dias. A Macy's é patrocinadora e organizadora de diversos eventos na cidade, incluindo a maravilhosa Thanksgiving Day Parade.
ENDEREÇO: 151 West 34th Street

Walgreens/CVS/Duane Reade

As super farmácias dos Estados Unidos, que, além de medicamentos, são lotadas com tudo o que você pode precisar. Produtos de beleza (muitas marcas de maquiagens, esmaltes, cosméticos em geral), higiene, coisinhas para bebês e crianças, utensílios para cozinha, limpeza, eletrônicos, comidinhas, bebidas, guloseimas, frutas, meias, acessórios, livros, revistas. É um misto de farmácia com supermercado com livraria e todas as conveniências necessárias. Walgreens e CVS estão presentes em todo o território americano, já a Duane Reade só tem em NYC. Nem preciso listar os endereços, você com certeza vai se deparar com muitas espalhadas por Manhattan, a maioria delas fica aberta 24 horas.

Toys R Us

Uma das principais atrações da região da Times Square é, sem dúvidas, esta sensacional loja de brinquedos. Todos enlouquecem com a roda gigante bem no meio da loja, com os rugidos do Tiranossauro Rex animatrônico, com a casa da Barbie em tamanho real e as demonstrações ao vivo das novidades no mundo dos brinquedos.
ENDEREÇO: 1514 Broadway at 44th Street

FAO Schwarz
A loja de brinquedos mais famosa do mundo, e também a mais antiga de NY, foi fundada por Frederick August Otto Schwarz (Em Baltimore no ano de 1862 e em NY em 1870). Já passou por diversos donos, diversos imóveis e desde 2009 a flagship na Fifth Avenue pertence ao mesmo grupo da Toys R Us. É uma megaloja, que faz qualquer adulto voltar a ser criança. Tem brinquedos tradicionais, colecionáveis, animais de pelúcia gigantescos, espaços interativos (o inesquecível piano de chão do filme Big, com Tom Hanks), customização de Muppets, Barbies, ursos e outros, tem até doceria e um café. Informação triste: este ano anunciaram que a flagship vai fechar em julho de 2015, devido ao crescente aumento do aluguel. Espero que resolvam abrigar uma nova FAO Schwarz em outro imóvel, porque ela faz parte da história de NY.

UNIQLO 



Marca japonesa básica e moderna, a UNIQLO tem peças com tecidos ultra tecnológicos. Alguns “signature style”: AIRism (roupas para a prática de esportes, tecido leve, com elasticidade, absorve instantâneamente o suor, minimiza odores); HEATTECH (roupas para isolamento térmico, peças com bio-aquecimento, parecem uma segunda pele e foram criadas para serem usadas como única camada por baixo de roupas de inverno); Ultra Light Down (casacos ultra leves e confortáveis para dias frios, material repelente à água, perfeitos para dias com chuva e/ou neve).

MoMA Design Store
Esta é para os fãs de design, com uma variedade incrível de acessórios, utilidades domésticas, decoração, papelaria e presentes super criativos, inteligentes, originais. O valor de todas as vendas é destinado para o apoio de projetos do Museum of Modern Art.
ENDEREÇO: 81 Spring Street (SoHo)

Forever 21, H&M, Urban Outfitters
Lojas de roupas e acessórios fast-fashion que dispensam apresentações. São ótimas e são muitos os endereços, consulte nos respectivos sites.

Bed, Bath & Beyond 
O nome já diz, “Cama, Banho e Além”, cama, mesa, banho, eletrodomésticos, móveis, decoração, organização, cosméticos, apetrechos para a casa inteira, para adultos, para bebês e também para pets. São tantas utilidades interessantes que dá para se perder nas lojas por algumas horas.

MUSEUS E GALERIAS

Museum of Modern Art 
O MoMA é o melhor museu de arte moderna da América do Norte. A coleção permanente é espetacular e as exposições sazonais provavelmente também serão. Confira o site para saber as novidades. Entrando no museu, todas as mochilas, sacolas, sacolinhas e bolsas devem ser guardadas (exceto as bem pequenas com documentos e carteiras). Então, uma boa dica: não faça compras antes de visitar qualquer museu. Dentro dele tem uma MoMA Store, atravessando a rua tem outra (não tão legais quanto a do SoHo, citada anteriormente). Ah, oferecem audio tour gratuito, que são pequenos dispositivos onde você digita o número designado em determinada obra para ouvir informações sobre o que está observando.
ENDEREÇO: 11 West 53rd Street (Midtown)

American Museum of Natural History

Não é só porque eu amo a natureza, os animais e teorias da origem do universo, mas este museu é o mais completo, mais educativo, mais espetacular, mais imperdível, mais foda de todos. Como a maioria das coisas nos Estados Unidos, é enorme. Dá para ter uma ideia no filme "Uma Noite no Museu", pois foi locação do longa-metragem. Mas, loucuras à parte, lá você vai ver e entender como ocorreu a evolução das espécies; o surgimento dos dinossauros  sim, eles tem a coleção mais incrível de fósseis reais de vários dinossauros e até um mumificado!  teorias da extinção destes gigantes; a história da humanidade; uma visão antropológica de como os índios nativo-americanos e outros povos viviam, além de uma quantidade absurda de animais conservados por taxidermia em ambientes espetacularmente realistas. O Museu de História Natural não só mostra o que acontece na Terra, mas também te dá uma impressão do que acontece no espaço e no sistema solar. É demais. Palavras mal conseguem explicar este lugar. Faça valer a sua própria existência... apenas vá!!!
ENDEREÇO: Central Park West & 79th Street (Upper West Side)

Metropolitan Museum of Art

Mais conhecido como "The Met", é o maior museu de Nova York. Assim como Paris tem o Louvre, Nova York tem o Met. Não dá para conhecer ele inteiro em um dia, nem em 3 dias. As coleções são extensas, variando de Antigo Egito a armaduras da Europa medieval; pinturas e esculturas de séculos passados; moda, fotografia, arte contemporânea e exposições especiais temporárias. São cerca de 2 milhões de obras de arte de todas as partes do mundo, abrangendo 5000 anos, em mais de 400 galerias.
ENDEREÇO: 1000 5th Avenue

Guggenheim


O Guggenheim, localizado no Upper East Side, é um dos edifícios mais bonitos de New York. Muitas pessoas que o visitam pela primeira vez acham que é uma construção recente, futurística, mas o prédio foi construído em 1959. O responsável pelo projeto foi Frank Lloyd Wright, um dos arquitetos mais famosos dos Estados Unidos. O que torna o edifício tão especial são os círculos superiores que são muito mais largos que os inferiores. Suba até o último andar e vá descendo a espiral. Este efeito muito louco foi responsável pelo museu ser um dos cenários do filme "MIB – Homens de Preto". Os curadores também organizam exposições temporárias, mas a coleção permanente de Solomon R. Guggenheim é bem interessante, dividida em Thannhauser (que inclui, entre outros, Picasso, Van Gogh e Cézanne) e Kandinsky.
Atenção: Fechado na quinta-feira. Abre somente de sexta-feira a quarta.
ENDEREÇO: 1071 5th Avenue

Intrepid: Sea, Air & Space Museum
O Intrepid é o único museu onde os visitantes tem a oportunidade de admirar de dentro do lendário porta-aviões USS Intrepid, o primeiro ônibus espacial (Enterprise), o avião comercial mais rápido do mundo (Concorde da British Airways) e um submarino da Guerra Fria (USS Growler). Além dessas inovações, tem também 27 aviões antigos, incluindo o avião militar mais rápido, um avião de espionagem e você pode aprender de perto como os equipamentos eram utilizados e como a tripulação trabalhava.
ENDEREÇO: Pier 86 na 46th Street (lado oeste de Manhattan)

Madame Tussauds
Maria Tussauds, francesa nascida em Estrasburgo, fez sua primeira figura de cera em 1778. Em 1802, ela deixou a França e foi expor suas obras na Inglaterra. Após sua morte, seus filhos herdaram a exposição e a transportaram para a localização atual do museu Madame Tussauds em Londres, em 1884. Desde então, 20 Madame Tussauds foram abertos em todo o mundo em diferentes capitais. As figuras de cera permitem aos visitantes fazer uma viagem extraordinária através da história de fama e poder, reviver eras e momentos importantes que moldaram o mundo. O museu também oferece uma série de atividades interativas, como: Music Experience, Marvel Super Heroes 4D Cinema, Newsroom, Sports Zone.
ENDEREÇO: 234 West 42nd Street, entre a 7th e 8th Avenue (Midtown)

Tenement Museum
Este museu conta a história dos muitos imigrantes da cidade, uma visão única para quem quer aprender mais sobre esse caldeirão cultural de NYC. Fica localizado em um complexo de apartamentos que foi o lar de mais de 7000 imigrantes de 20 nacionalidades diferentes entre 1863 e 1935. Todos esses habitantes foram confrontados com grandes desafios sob circunstâncias extremamente pobres. Eles tiveram que se acostumar com uma nova identidade, trabalhar pesado para garantir um futuro melhor e sustentar suas famílias com recursos extremamente limitados. Imagine uma vida sem água, gás e eletricidade, e apenas um banheiro no quintal, compartilhado com outras 20 famílias. O museu restaurou seis apartamentos de volta ao seus estados originais e os atores fantasiados e guias te levam a uma pequena viagem no tempo através de diferentes cômodos. Você vai ver como a área se transformou em “Kleindeutschland” (Little Germany ou Pequena Alemanha, em português), depois habitada por imigrantes do leste europeu até a comunidade irlandesa se instalar na área. São vários tours diferentes para escolher, tem até o “Tastings at the Tenement”, para experimentar uma variedade de alimentos enquanto entende a influência da cultura imigrante em tudo que os americanos comem hoje em dia.
ENDEREÇO: 97 Orchard Street (Lower East Side)

Jonathan LeVine Gallery 

Vivendo na juventude dos anos 80, Jonathan LeVine se interessou pela estética contracultural, folhetos de punk, histórias em quadrinhos, grafites e tatuagens. Em 1994, tornou-se curador independente, organizando exposições em locais de punk e rock alternativos na área de NY e NJ, como: CBGB, Webster Hall, Max Fish, e Maxwell. Ao promover essas novas formas de artes visuais através de exposições coletivas, LeVine deu um lar para o movimento logo no início. Em fevereiro de 2001, abriu sua própria galeria na Pensilvânia, se mudou para a Filadélfia no final de 2002 e em janeiro de 2005, foi para o epicentro do mundo da arte contemporânea, o distrito de Chelsea, em Manhattan. A galeria fez sucesso ao nutrir as carreiras de Shepard Fairey, Invader, Olek e outros artistas que ficaram bem famosos. Se dedica a continuar sendo referência com exposições extraordinárias, cativantes e acessíveis.
ENDEREÇOS: 557C West 23rd Street / 529 West 20th Street, 9th floor (Chelsea)

Joshualiner Gallery 
Assim como a Jonathan LeVine Gallery, a Joshua Liner Gallery apresenta trabalhos de artistas emergentes. Foi fundada em 2008, no Chelsea, o distrito das artes de Nova York e promove exposições temporárias. As obras se desprendem da estética do passado, são mais envolvidas com a nova tecnologia, política, sociedade urbana contemporânea, o meio ambiente e a globalização.
ENDEREÇO: 540 West 28th Street (Chelsea)

OUTROS PASSEIOS

High Line

O High Line é um parque suspenso que demonstra o instinto artístico e criativo nova-iorquino. Ele fica em uma linha férrea desativada que foi construída em Manhattan na década de 30. Os trens transportavam produtos para o abastecimento da cidade (carnes, laticínios, cereais e verduras) que eram descarregados nos armazéns da zona portuária do rio Hudson. A ferrovia era conhecida como “Live Line” e cumpriu sua função durante 4 décadas. Com o surgimento dos caminhões de carga, os trens foram perdendo espaço e pararam de circular em 1980. Vários trechos do elevado ferroviário foram desmantelados, mas o pedaço entre a Rua 34 e a Gansevoort ficou e foi esquecido. A vegetação tomou conta do espaço, cobrindo trilhos e mostrando que a natureza pode conquistar até ambientes com apenas concreto e ferro.
Em 1999, a Prefeitura de Nova York decidiu que iria demolir o elevado. Mas os residentes conseguiram impedir. Em 2002, o Prefeito Michael Bloomberg garantiu que Nova York cederia fundos para converter a ferrovia em um parque, aproveitando aquela vegetação existente. Desde sua inauguração, em junho de 2009, o High Line atrai muitos visitantes e artistas interessados em apresentar seus trabalhos ao redor do parque. É uma exposição a céu aberto, muito agradável para passear e relaxar.
Há vários pontos de acesso, mas os melhores são as duas pontas: na Gansevoort Street (perto da estação 8th Avenue) e na rua 30 com 10ª Avenida (perto da Penn Station).

Greenmarket Farmer's Market 

Uma boa maneira de conhecer bem os costumes de uma cidade é experimentando a agricultura regional. Este Farmer's Market da Union Square dá a oportunidade para pequenas fazendas familiares venderem seus produtos diretamente aos consumidores. Isso garante acesso a alimentos fresquinhos, nutritivos, cultivados localmente e com o bônus de poder trocar informações com os simpáticos produtores.
ENDEREÇO: Union Square Park (na esquina da Union Square West com a East 17th St)
Segundas, quartas, sextas e sábados, das 8h até 18h.

OBSERVATÓRIOS

Top of the Rock

No 70º andar do Rockefeller Plaza você pode ter uma vista deslumbrante de 360 graus de Nova York. De um lado o Central Park, do outro o Empire State Building e muitas outras visões de cartão-postal ao redor. Suas expectativas já crescem no início do tour, com a exposição de fotos e artefatos que contam a história do Rockefeller Center e do Top of the Rock. O “passeio” no elevador também é espetacular, o teto é transparente, o que permite ver ele subindo ultra rápido, com direito à luzes e sons. Recomendo ir no final da tarde, para observar o pôr do sol e a linda transição para a noite, quando as luzes da cidade começam a pipocar. Não deixe de passear dentro do complexo Rockefeller Center, entre as ruas 47th e 50th e as avenidas 5th e 7th.

Empire State Building

O Empire State Building é um dos edifícios mais famosos do mundo, símbolo de uma época importante na história e, de certa forma, é visto como mais influente do que a Estátua da Liberdade. Ele tem refletores de LED que podem iluminar o edifício com 12 milhões de combinações de cores diferentes. As luzes são alteradas o ano todo para refletir vários eventos, feriados e festas. Também conta com um observatório, a partir do 86º andar você tem uma vista incrível da cidade e pode subir até o 102º andar. Se for para escolher entre este e o Top of the Rock, prefiro o segundo, porque dele dá para apreciar o Empire State.

One World Observatory

O One World Observatory é o mais novo observatório de Manhattan, inaugurado no dia 29 de maio de 2015, e também mais um motivo de orgulho de Nova York. Localizado no topo do One World Trade Center, fica no mesmo quarteirão do antigo World Trade Center – onde atualmente está o 9/11 Memorial – e é o prédio mais alto do ocidente, pode ser visto praticamente de qualquer ponto da ilha. A atração começa com a revista de segurança (não vá com bolsas/mochilas grandes); no “Centro Mundial de Boas-Vindas”, telões mostram o número e a origem de visitantes em tempo real; no “Vozes e Fundações”, vídeos com trabalhadores que participaram da obra e depoimentos ao longo dos nove anos de construção; os elevadores “Sky Pod” têm capacidade para 15 pessoas cada, sobem até o 102º andar em menos de um minuto e exibem um time-lapse virtual que recria a evolução do horizonte de Nova York desde o século XVI até os dias de hoje. Após o breve video “See Forever”, na sala inicial do observatório, as telas se levantam e revelam a primeira vista panorâmica da Big Apple. Descendo para o salão principal do observatório, janelas gigantes de vidro dão uma visão panorâmica da cidade em 360º. Tem também o “City Pulse”, um guia interativo apresentando os principais pontos turísticos da cidade por meio de um anel de monitores com tecnologia de reconhecimento de gestos, e por fim, o “Sky Portal”, um disco circular no chão com imagens em tempo real das ruas que estão abaixo dos seus pés.

Water Taxi

Táxis aquáticos oferecem serviços de turismo, fretamento e transporte para pontos ao longo do East River e do Hudson River. É um jeito diferente de ver as principais atrações de Nova York. Com o “All-Day Access Pass” (passe válido para o dia inteiro) você participa de um tour Hop-On Hop-Off, podendo embarcar e desembarcar em 6 piers ou relaxar e fazer um passeio completo de uma hora e meia. A bordo, o guia conta tudo sobre os pontos que está avistando: Empire State Building, Estátua da Liberdade, One World Trade Center, Battery Park, Wall Street, South Street Seaport, Brooklyn Bridge Park, Intrepid Sea, Air and Space Museum e muito mais. O New York Water Taxi também transporta passageiros do Pier 11 para a loja IKEA do Brooklyn, do World Financial Center para diversos outros piers e faz cruzeiros noturnos para a estátua da liberdade, além de outros passeios sazonais. Consulte todos no site.

E para saber mais sobre lugares legais para se comer em NY, confiram esse post especial com uma seleção dos meus lugares preferidos para se comer na Big Apple: Onde comer em Nova York: dicas por Joyce Ramos

Joyce Ramos é formada em Comunicação Social (Rádio e TV) e é sócia-proprietária da marca FUSS. Nascida em São Paulo, sempre que possível busca se aventurar pelo Brasil e pelo mundo. Já viajou para 70 cidades e está de total acordo com a frase "Viagem é a única coisa que você compra que te deixa mais rico".


Posts relacionados:

Um comentário:

  1. Muito legal as suas dicas maravilhosas e servirão bastante para o meu intercâmbio nos Estados Unidos onde vou tomar um curso de inglês em Nova York. Espero que o meu intercâmbio em Nova York no próximo mês seja maravilhoso. E com certeza a melhor maneira de aperfeiçoar o idioma é com um curso de inglês nos Estados Unidos. Eu vou estudar em uma escola de inglês em Nova York e paso aqui a dica, Sprachcaffe: http://www.sprachcaffe.com/portuguese/study_abroad/language_schools/new_york/main.htm

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...