quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Uma Semana na Jamaica – Resort, Passeios e Curiosidades

Fazendo um pequeno resumo, a Jamaica é uma ilha pertencente à região do Caribe, e fica logo abaixo de Cuba. De colonização britânica, este país faz parte da Commonwealth, ou seja, o país é reinado pela Rainha Elizabeth II.
Apesar da capital ser Kingston, o aeroporto que mais recebe turistas é o de Montego Bay. E foi de lá que parti para Ocho Rios, onde tive minha primeira experiência em Resort All Inclusive (o que já teve suas particularidades). Além disso, fiz passeios e descobri algumas curiosidades sobre o país. Vamos conferir?

Experiência no Resort

ClubHotel RIU Ocho Rios






















Eu não sei se é assim em todo o Caribe, mas na Jamaica os resorts mais parecem uma extensão dos Estados Unidos. Só dá americanos! Seria por que os jamaicanos também falam inglês? Tenho quase certeza que sim.
E como os resorts de lá sabem disso, eles fazem tudo para agradar seu maior público. Ou seja, se você quiser ver uma bela apresentação de dança e música jamaicana dentro do resort, é melhor desistir. Tudo gira em torno dos americanos, desde o entretenimento até o café da manhã, com todas aquelas delícias gordas que só os yankees comem quando acordam.
Reservamos o resort ClubHotel RIU Ocho Rios com aéreo incluso pela empresa Cheap Caribbean (com saídas apenas dos Estados Unidos).
Apesar de lá ser inverno no fim do ano, tivemos temperaturas agradáveis entre 20 e 30 °C. Porém também pegamos chuva, um inverno similar ao do litoral do nosso Nordeste.
A praia que está o resort é praticamente privativa. O acesso pode ser feito diretamente pelo resort, mas não exclusivamente.
O sistema é all inclusive para bebidas e refeições. E é aquilo que já se imagina: encantador nos primeiros dias, e angustiante nos últimos, pois nesta altura você já estará louco por um temperinho diferente.

Passeios
Um fato quando se escolhe ficar em Resort All Inclusive é que não se sai muito para passear. Eis a questão de quem viaja para descansar e quem viaja para cansar. O meu perfil é mais o segundo, mas não vou negar que foi bom relaxar olhando para o mar do Caribe sem pensar em nada, com uma piña colada numa mão, e um franguinho na outra.
De qualquer forma, fechamos 3 passeios para uma semana e listei-os aqui abaixo. Também enumerei os que não fizemos, mas que ficaram na lista para uma próxima oportunidade (sim, quero ir de novo)!

The Bob Marley Museum (Nine Mile)

Mausoléu do Bob Marley


Existem dois museus do Bob Marley na Jamaica, um em Kingston e outro em Nine Mile. O de Nine Mile tem um significado especial: foi lá onde ele foi criado e é onde está enterrado. A casa em que nasceu e cresceu, além do mausoléu com seu imponente túmulo de mármore, ficam dentro deste grande complexo que ainda conta com bares, lojas e outros ambientes.
Dica: a estrada para chegar lá é bem perigosa, como a maioria na Jamaica. Melhor contratar alguém para levar e trazer.
Ah, é permitido fumar lá dentro, se vocês me entendem.

Blue Lagoon (Port Antonio)

Eu sendo turista-trouxa no passeio de balsa de bambu. Mas valeu pelas fotos :)



Importante ponto turístico, devido à beleza da lagoa e por também ser uma das duas locações usadas no filme A Lagoa Azul.
A água tem tons incríveis de azul, diferentes temperaturas e também alta densidade, o que dificulta mergulhos mais profundos.
Chegando na região, empurram um rápido passeio de balsa de bambu (80 dólares por balsa - 2 pessoas no máximo). Se você quer poupar seu rico dinheirinho e souber nadar, pode atravessar a lagoa até a faixa de areia do outro lado e aproveitar a paisagem, que é de tirar o fôlego. 

Dunn's River Falls and Park (Ocho Rios)


TripAdvisor / User @Eaglet64



O parque que une cachoeira e praia no mesmo lugar. A principal atração é escalar a imponente cachoeira do rio Dunn, que deságua no mar.
Pode-se ir com ou sem guia, mas o valor do serviço do guia é bem barato e vale a pena para se sentir mais seguro, já que se sobe em equipe e de mãos dadas.
Se tiver, leve seu water shoes (sapatilha aquática) ou alugue por lá.

Rainforest Adventures Jamaica - Mystic Mountain (Ocho Rios)


Apesar de ser praticamente do lado do resort em que estava, não consegui visitar este parque. :(
As principais atrações são o teleférico que leva até o alto da montanha, e o bobsled, estilo uma montanha-russa sem máquinas que cruza a floresta (este que Glória Maria andou e virou um meme incrível).

The Glistening Waters - Lagoa Luminosa (Falmouth)
A Luminous Lagoon tem um fenômeno natural muito particular: à noite, ela se ilumina com um azul fluorescente conforme a água é movimentada. Por U$ 25, você pode ir de barco passear pela lagoa. Nesse passeio também é possível nadar e ver toda a mágica acontecer!
PS: Dê um Google para ver as fotos da lagoa. Como não cheguei a ir lá, não consegui pegar nenhuma foto autorizada sem que turistas estejam nela. =/

Rick's Cafe (Negril)

TripAdvisor / User @Scott_W



Bar em Negril com música ao vivo e vista privilegiada para o pôr do sol no mar. Localizado em um penhasco, os visitantes mais corajosos ainda podem pular diretamente na água e nadar sem sair da área do bar.

Mais informações e cuidados na Jamaica

O que o brasileiro precisa para entrar na Jamaica?
Somente um passaporte válido e vacina da febre amarela (veja aqui onde se vacinar em SP Capital). Não precisa de visto.

Temperatura
Site: guiaviagem.org

Moeda
A moeda local é o Dólar Jamaicano, mas não tem necessidade de trocar, principalmente se sua vivência será maior parte dentro de resort. Fomos somente com Dólar Americano e foi suficiente. Porém sentimos falta em ter o dinheiro local para comprar uma cerveja num barzinho local, por exemplo. Nosso motorista nos ajudou na "conversão".

A maconha é legalizada?
Por mais estranho que pareça, não. No resort eles dão até um recadinho em papel lembrando disso, que apesar da fama da Jamaica, a maconha não é legalizada para uso recreativo.
Não que seja difícil de achar, muito pelo contrário. Mas lembre-se que sendo proibido, pode haver consequências se você for pego fumando ou comprando. Então é por sua conta e risco, ok?

A pobreza e violência
Saindo da bolha do resort é que se cai na realidade: a Jamaica é um país muito, muito pobre. É muito comum ver crianças de todos os tamanhos pedindo dinheiro, principalmente em Nine Mile.
Saímos para os passeios somente com um motorista local, porque os relatos sobre violência lá são constantes. Mas isso não é impedimento de se fazer passeios sozinhos ou se hospedar em outros lugares. Já sabemos de muita gente que faz mochilão por lá e, tendo os devidos cuidados e informações, com certeza é uma ótima experiência para ficar mais perto da rica cultura jamaicana e do seu povo.

Assédio e machismo
Vivemos e observamos algumas experiências de machismo na Jamaica. O assédio (fora de ambientes de hospedagem) é grande, mesmo estando acompanhada. Se você for mulher e pretende ir para a Jamaica, é melhor ter isso em mente (infelizmente).

Preços abusivos para turistas
Cada passeio é um susto para o seu bolso. Talvez também por isso não conseguimos fazer muita coisa. Em um país tão pobre onde uma das principais fontes de renda é o turismo, os valores dos passeios estão bem acima do que você pagaria normalmente. Esteja preparado com dólares na carteira, e pechinche o quanto puder.
Além disso, não compre nada que está sendo empurrado para você. Lá tem muito disso e a sensação é de estar sendo extorquido.


Com tudo dito, posso finalizar aqui que vale muito a pena visitar a Jamaica! Sua natureza, história, cultura e povo definitivamente se destacam no Caribe e no resto do mundo. :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...